Make your own free website on Tripod.com

deme - População local em que os cruzamentos entre os indivíduos dão-se ao acaso; população panmítica.

depressão endógama - Perda do vigor e da aptidão em espécies alógamas, como resultado de contínua autofertilização. A autofertilização leva à homozigose e esta se manifesta sob várias formas, destacando-se tamanho reduzido das plantas, fertilidade diminuída, albinismo, plantas defeituosas e suscetibilidade aumentada à doença.

deriva genética - Oscilação ao acaso de freqüências gênicas em uma população devido à ação de fatores casuais ao invés da seleção natural. O fenômeno é mais visível em populações pequenas e isoladas, podendo por isso constituir-se em importante processo evolutivo, levando à criação de novos taxa.

descritor - Característica mensurável ou subjetiva de um acesso, como altura da planta, cor da flor, comprimento do pecíolo, forma da folha etc. Os descritores são agrupados sob a forma de lista de descritores, uma para cada cultura em particular, e são aferidos através

o estado do descritor, ou seja, as categorias reconhecidas como válidas para aquele descritor (ex.: cor de flor: 1. rosa 2. amarelada 3. azulada 4. arroxeada; cor de pecíolo: 1. verde 2. verde-avermelhado 3. vermelho-esverdeado 4. vermelho). Descritores são aplicados na caracterização e avaliação de coleções de germoplasma para tornar suas propriedades agronômicas conhecidas.

determinação - Em cultura de tecidos, é o processo pelo qual o potencial do desenvolvimento de células torna-se limitado.

diacinese - Conjunto de acontecimentos que caracterizam o final da prófase I da meiose, onde os cromossomos se encontram completamente condensados e os quiasmas terminalizados

diclina - Espécie que apresenta dois tipos de flores, masculinas e femininas. Do grego, di = dois; clinos = leito, isto é, as flores são unissexuais, masculinas ou femininas, cada uma em receptáculos florais distintos. Veja monoclina.

dicogamia - Diferentes épocas de maturação entre os órgãos masculino e feminino de uma planta.

diferenciação - Em cultura de tecidos, significa o desenvolvimento de células com uma específica função.

dióica - Espécie diclina que apresenta flores masculinas e femininas em indivíduos diferentes. Espécies do gênero Croton (Euphorbiaceae), por exemplo, são freqüentemente dióicas e é necessário coletar os dois sexos no campo para uma identificação perfeita. Veja monóica.

diplosporia - Formação de semente assexuada em que os sacos embrionários se originam de células generativas.

diplóteno - Uma das subdivisões da prófase I da meiose. É a fase em que aparecem os quiasmas.

 

direitos de propriedade intelectual - Proteção de uma invenção através do uso de instrumentos legais, por exemplo, patentes, direitos do autor, direitos do melhorista, direitos do agricultor, marcas e segredos comerciais, proteção de variedades vegetais etc.

direitos do melhorista - Poderes legais garantidos ao criador de uma variedade de planta ou direito exclusivo de sua comercialização durante um tempo determinado. As variedades protegidas por esse tipo de legislação podem ser usadas por outros melhoristas para o desenvolvimento de outras variedades.

 

diversidade biológica - Engloba todas as espécies de plantas, animais e microrganismos, além dos ecossistemas e processos ecológicos dos quais fazem parte. Veja biodiversidade (sinônimo).

 

diversidade - Variabilidade; a existência de diferentes formas, em qualquer nível ou categoria. Há uma tendência de associar diversidade com o nível macro, como por exemplo diversidade de espécies ou diversidade de flores.

 

diversidade genética - Veja variabilidade genética.

 

diversidade primária - Centros onde além da espécie de interesse econômico, social ou cultural, ocorrem espécies silvestres relacionadas que apresentam características primitivas e alta freqüência de caracteres dominantes.

diversidade secundária - Centros onde ocorrem poucas espécies silvestres com a espécie de interesse econômico, social ou cultural, os níveis de variação genética são baixos e ocorre alta freqüência de caracteres recessivos.

documentação - Veja banco de dados.

domesticação - Conjunto de atividades que visa a incorporar uma planta silvestre ao acervo de plantas disponíveis para uso e consumo pelo homem. As atividades incluem uma série de técnicas cognitivas (ex..: modo de reprodução da espécie, sistemas de cruzamento, manejo etc.) que pode culminar com a espécie dependendo inteiramente do ser humano para sua propagação e perdendo a capacidade de sobreviver na natureza. Atingido este estádio, uma espécie domesticada tem sua evolução determinada pela seleção natural e seleção artificial, com o homem tornando-se um agente seletivo de maior força que os tradicionais agentes (ex.: mutação, recombinação) da seleção natural. Veja cultígeno, "indigen".

dominância- Interação entre alelos que pode ser completa quando o fenótipo do heterozigoto é o mesmo do homozigoto para o alelo dominante, ou incompleta quando o fenótipo heterozigótico situa-se no intervalo dos fenótipos homozigóticos.

dominante - Alelo ou fenótipo que é expressado tanto no estado homozigótico como no heterezigótico.

dormência - Refere-se à situação em que uma semente viável não germina mesmo quando submetida a condições favoráveis à sua germinação como temperatura e nível de umidade adequados, aeração e luminosidade satisfatórios, substrato próprio etc. Veja viabilidade.